Vale a pena Comprar Carros em Leilões











Vale a pena Comprar Carros em Leilões – Nesse post vamos falar sobre se vale a pena Comprar Carros em Leilões. Confira!

Vale a pena Comprar Carros em Leilões



Ola pessoal,

Hoje vamos falar sobre se vale a pena Comprar Carros em Leilões. Abaixo são duas matérias que colhemos dos site Idec e categoria carros da Uol.

Para você que gosta saber tudo sobre carros não esqueça de ler os posts Feirão de Carros Usados e Semi novos em São Paulo , Seguro de carros qual o mais barato  e Qual carro tem a manutenção mais barata? . Post com muitas dicas importantes para vocês lerem . Vale a pena!

Vamos ao que interessa, primeiramente a matéria da IDEC.

Analisar profundamente o veículo é essencial para não gastar mais com consertos e ficar no prejuízo

Preços bem abaixo do mercado. Esse é o principal fator que atrai consumidores para os leilões de veículos. Realizados pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito), Receita Federal e até mesmo pelas seguradoras, é fácil encontrar nos leilões automóveis com descontos de até 60% no valor do automóvel. Mas para que a compra seja realmente mais vantajosa são necessários alguns cuidados.

Antes de começar a dar os lances, o consumidor precisa ter dinheiro já reservado, pois a compra deverá ser realizada à vista. É importante também não se ater somente ao valor do veículo, pois geralmente são cobradas outras taxas. No entanto, o Idec ressalta que o consumidor não deverá pagar por outros serviços, como débitos do antigo dono do automóvel, taxas de reboque e diárias do depósito. “O consumidor deve arcar com o valor do veículo – que fica geralmente entre 10 e 20% abaixo do valor de tabela – e mais os 5% do leiloeiro”, explica o advogado do Idec, Guilherme Varella.

Vale a pena Comprar Carros em LeilõesOutro custo que deve ser considerado antes da compra são os eventuais reparos que precisarem ser realizados. O motivo é que o veículo pode vir com algum problema e, como não é possível ligar o veículo antes do leilão, é necessário tentar conhecê-lo mais profundamente. Para isso, o consumidor pode recorrer a um mecânico de sua confiança, que pode tentar detectar se realmente vale a pena comprar o carro ou se o custo para consertá-lo vai encareceria demais o valor total da compra.

O próprio consumidor também pode ficar atento a alguns pontos na hora de examinar o automóvel e anotar as possíveis observações. “Sendo o veículo usado, a atenção deve ser redobrada. Na análise do veículo no pátio, o consumidor deve analisar pintura, lataria, pneus, vidros, chassi e demais acessórios. É essencial anotar todas as observações, pois às vezes, no dia do leilão não é possível ver o veículo”, orienta Varella.

Dívidas e mais dívidas
Muitos consumidores ficam em dúvida se terão de pagar ou não as dívidas que o carro já possui. É importante ficar claro que o valor pelo qual o veículo foi arrematado é o que será utilizado pela organizadora do leilão para quitar qualquer debito existente. “O veículo vem liberado de dívidas para o novo proprietário. De acordo com o art. 328 do Código de Trânsito Brasileiro, o montante arrecadado no leilão deve servir para pagar as despesas da Administração Pública com o veículo (como a permanência no pátio) e os encargos legais, como tributos, taxas e multas. Assim, IPVA e dívidas antigas devem ser pagas com o dinheiro pago pelo arrematante”, afirma o advogado.

Sem seguro
Muitos dos carros que vão para leilão são resultados de sinistros – sofreram colisão com perda total ou foram recuperados de roubos/furtos. Mas essa não pode ser uma justificativa para recusar o seguro do veículo. “O simples fato de o veículo ser adquirido por meio de leilão não justifica a recusa nem o preço abusivo do seguro. A recusa do serviço de seguro a veículo nestes casos se configura prática abusiva, com base no art. 39, IX, do CDC”, destaca Varella.

Vale a pena Comprar Carros em LeilõesPara uma seguradora se recusar a segurar um automóvel, ela precisa fazer primeiro uma vistoria técnica. Caso o seguro do veículo seja recusado, a empresa deverá apresentar justificativa plausível com os motivos que levaram à negativa. O Idec destaca ainda que a seguradora não pode cobrar valores desproporcionais somente porque o carro é proveniente de um leilão. “Se o seguro do veículo for aceito, o valor não deve ser desproporcional e injustificado, sob pena de a empresa recair em cobrança abusiva”, finaliza o advogado.

Agora vamos a Matéria da Uol

Antes frequentado apenas por empresas, os leilões de carros estão recebendo mais consumidores comuns. Segundo leiloeiros ouvidos por UOL Carros, cerca de 20% dos arremates são feitos por pessoas físicas — quatro vezes mais do que há cinco anos. Também de acordo com eles, o veículo de leilão tem preço, em média, 30% menor que o de tabela.

Mas a compra requer cuidados, e antes de bater o martelo o consumidor precisa ficar atento a alguns aspectos. “Há depreciação no preço para compensar o risco que a pessoa corre. O carro é vendido no estado em que se encontra e não há garantia”, explica o leiloeiro Moacir de Santi, da Sodré Santoro Leiloeiro Oficial.

 

O carro pode ter problemas mecânicos, e nesse caso os reparos são por conta do comprador. Custos com documentação e eventual transporte (como guincho), também não estão incluídos. E ainda podem haver débitos, como multas ou impostos atrasados. “Por isso é importante ler o descritivo da venda no edital do leilão, que tem essas informações. O interessado também deve comparecer na vistoria física, feita pouco antes do leilão, para ver o estado do veículo”, alerta Santi.

Em São Paulo, o Detran divulga em seu site os editais de leilões de carros apreendidos.

Vale a pena Comprar Carros em LeilõesHá pechinchas, como modelos superesportivos apreendidos pela polícia. “Já vendemos uma Ferrari pela metade do preço, um desconto de R$ 1 milhão, e que não tinha nem 1.000 km rodados. Mas aí é ‘carro de bandido’. Não é todo mundo que topa usar um modelo com esse histórico”, revela um leiloeiro que pede para não ser identificado.

Outros casos curiosos são de veículos roubados e depois recuperados, que podem ter sido usados na prática de crimes — apresentando até marcas de tiros na lataria.

Mas a maioria dos carros leiloados é de carros financiados que foram apreendidos por falta de pagamento, ou então “sinistrados” — ou seja, acidentados. Carros que tiveram perda total, após o recebimento do prêmio pelo proprietário, são levados a leilão pelas seguradoras.

“O carro muito batido, ou atingido numa enchente, é mau negócio, mas há carros que sofreram danos pequenos no caminhão-cegonha, no transporte entre o fabricante e o concessionário. A seguradora paga ao fabricante, mas o carro está quase novo”, orienta o leiloeiro. Além do risco e do histórico do carro, outra desvantagem da compra em leilão é que o veículo precisa ser pago à vista.

Lojistas tradicionais, é claro, desaconselham a compra de carros em leilão.

SÓ COM LAUDO

A única maneira de descobrir se o carro oferecido numa loja foi comprado em leilão é pedir laudo em empresa especializada, que mostra histórico do carro, como proprietários anteriores e batidas por cerca de R$ 150; muitas lojas anunciam carros “periciados”, como prova de que não são de leilão

“O proprietário que está com o financiamento muito atrasado sabe que terá o veículo apreendido e já não cuida mais dele. Alguns até depenam, tirando rodas originais e equipamentos. São carros muito maltratados”, afirma Nasser Salloum Filho, diretor comercial da Caltabiano e responsável pela área de seminovos.

Ele ressalta que a concessionária não trabalha com veículos arrematados em leilão.

Para Salloum Filho, outros problemas são a dificuldade para avaliar o real estado do carro antes do leilão e a baixa aceitação depois. “O carro de leilão ainda é discriminado no mercado. Há uma depreciação de até 40% na revenda e a maioria das seguradoras recusa cobrir o modelo”, diz.

Há lojas menores que compram carros de leilão — 80% dos arremates ainda são por pessoas jurídicas. Nem sempre a “procedência” menos nobre é revelada ao consumidor.

Por ora, a única maneira de saber se um carro à venda numa loja — cuja documentação geralmente vai estar em nome da própria loja — passou por um leilão, independentemente do motivo, é solicitar laudo em empresa especializada. Esses relatórios mostram toda a “vida” do veículo, incluindo acidentes e proprietários anteriores. O serviço custa entre R$ 150 e R$ 180.

Opinião de outras pessoas sobre se Vale a pena Comprar Carros em Leilões

Abaixo algumas opiniões de pessoas que foram coletadas do Yahoo respostas.

1) olha kra
simplesmente o seguinte…
eh mto importante levar um mecanico de confiança para avaliar o carro a venda…
pois
naum eh possivel andar com o carro…
mtos mecanicos e desmanches…
compram por motivo de peças validas!
mais eh o seguinte kra
vc comprando as vezes pode pegar um carro bem estragado em documentação …
e pode fikar um absurdo coloca-lo na pista..
IPVA, licenciamento, seguro…
tal…
se tiver poka coisa…e um motor bom…
facil de reparo…
concerteza…o lance vai ta alto..
mais se conseguir compra-lo com um bom preço…
otima compra…
basta ter cuidado

Vinicius Messias B

2) No tocante à riscos, ele existe em qualquer lugar, mesmo comprando o veículo zero km.
Conheco pessoas que compraram veículos zero km em concessionárias, e estes já sairam clonados, então como respondidos pelos colegas, em leilão, você somente vê o carro por fora, não pode sequer analizá-lo direito devido cordão de isolamento, isto sem falar que pode faltar até o motor.

Xandim

3) acredito que sim, lógico tem de se levar um mecanico de sua confiança p/ avaliar os lotes disponiveis, lá vc pode ver mexer e até funcionar o veiculo se for o caso, mas tem de ficar alerta como o colega ai de cima falou com carros de locadora, por isso tem de saber onde tá pisando, lógico que nem todos são comprometidos pois tenho um gol g3 que era de locadora mas está com o motor bem pouco rodado e em perfeito estado de conservação (ñ são todos né) mas para vender e ganhar dinheiro…. que mal há…..

E na sua opinião Vale a pena Comprar Carros em Leilões?

Vale a pena Comprar Carros em Leilões 5.00/5 (100.00%) 8 votes




Não encontrou o carro que estava procurando?

Digite no campo abaixo o nome do carro ou fabricante que esteja procurando:

Custom Search